Products, help and information

Astronomy Seeing

Com Astronomy seeing, meteoblue está construindo serviços para os astrónomos, meteorologistas e outros utilizadores que dependem de uma boa previsão de visibilidade do céu e das condições atmosféricas durante os próximos dias.
Astronomy seeing começou em 2005, foi acrescentado em Junho de 2009 e novamente em 2012, com as fases do planeta. Ele está disponível para todos os lugares do mundo, gratuitamente, durante 3 dias, e durante 7 dias através de point+.

Instruções de uso e dicas

Astronomy Seeing

Ao observar, tenha em consideração que os valores podem não refletir exatamente a realidade, por causa de outros fatores de influência. Para obter boas condições de visibilidade, veja as cores azuis escuras na cobertura de nuvens e os valores verdes nos Seeing Index e Jet Stream.

A cobertura de nuvens é dada por 3 camadas diferentes (0-4km ASL, 4-8km ASL, 8-15 km ASL). A cobertura é dada em percentagem para a hora de exibição. A percentagem inclui o volume e densidade das nuvens que deverá estar presente. Uma cobertura parcial em duas camadas, pode resultar na obstrução total da visibilidade do céu, devido à sobreposição da nuvem. Para nuvens altas, uma cobertura parcial pode resultar na interrupção total da visibilidade das estrelas. Em montanhas muito altas, a uma altitude acima de 4000 m ASL (média das imediações), a previsão mais baixa da camada das nuvens estará vazia ou corresponde a zero (no visor) e deverá ser ignorada, uma vez que só é relevante para vales abaixo de 4000 m.
Nevoeiro ou nuvens muito baixas não são mostradas aqui (ver pictocast de nevoeiro).

Seeing Index 1 e Seeing Index 2 são dois modelos diferentes para calcular a visibilidade, e são independentes da cobertura das nuvens. Estes valores são calculados com base na integração de camadas da turbulência na atmosfera. Eles descrevem somente a visibilidade através das partes de ar limpo e diferem na maneira como os gradientes de densidade atmosférica influenciam a visibilidade. Seeing 2 dá mais peso ao efeito de flutuações de densidade, e é mais provável para indicar a "trepidação" do ar, devido à turbulência. Seeing NÃO inclui a cobertura das nuvens. Se a cobertura das nuvens é de 100%, a observação do céu com um índice de "5" em Seeing, não é possível. Por outro lado, é possível que não haja nenhuma cobertura da nuvem 0% (e todas as estrelas são "visíveis"), mas a observação é acentuadamente reduzida se o Seeing Index for baixo ("1"), devido à turbulência do ar.

Nota: Existem duas razões para não incluir a cobertura de nuvens no cálculo do Seeing Index: 1. Seeing é um estado do ar - é, portanto, independente da cobertura de nuvens. 2. Às vezes, as nuvens são escassas, e assim podem ser feitas observações entre elas. Neste caso, seria muito difícil estabelecer um "limite" para a cobertura de nuvens, que influencia o Seeing Index e satisfaz todos os utilizadores.

Arcsecond é uma unidade de medição angular igual a 1/3,600 de um grau, ou 1/1,296,000 de um círculo. Arcsecond pode ser usado para calcular o tamanho mínimo de um objeto que seja visível, utilizando um telescópio apontado para o céu. As medidas Arcsecond apresentadas são baseadas em "Seeing 1", "Seeing 2" e "Bad layers", e que, portanto, não se correlacionam diretamente com cada variável meteorológica.
Informação básica sobre o cálculo (em francês).

Altas velocidades de Jet stream (> 35m/s) geralmente correspondem a "bad seeing", bem como velocidades muito baixas (<5m/s).
Bad layers são as camadas da atmosfera, nas quais se está produzindo turbulência das partículas do ar, e influenciando assim, o "Seeing" astronómico. Bad layers têm uma temperatura gradiente > 0.5K/100m. O gradiente real é mostrado em K/100m. A altitude da parte superior e inferior das bad layers é indicada por "bad layers bot/top" (bot = baixo, top = topo).

Planetas visíveis e coordenadas também examinam os perfis de temperatura da atmosfera. Os seguintes planetas estão disponíveis: MVMJSUNP => Mercúrio, Vénus, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Neptuno e Plutão. Se você mover o cursor sobre a coluna dos planetas visíveis, aparecerão as seguintes coordenadas em cada hora, para cada planeta: Azimute (Az) do norte com a altitude em graus (Alt) acima do horizonte, ascensão reta (AD) e declinação (DEC). Se desejar, também podemos adicionar as coordenadas cada 10 minutos, assim como outras variáveis meteorológicas adicionais.