Products, help and information

rainSPOT

Visão regional da precipitação

O rainSPOT mostra a precipitação na proximidade do lugar selecionado para o intervalo de tempo (p.e. hora) precedente à hora indicada. Se o rainSPOT mostrar intervalos de 3 horas (p.e. 08:00, 11:00, 14:00...), o rainSPOT para 11:00 mostra a precipitação das 08:00 às 11:00. Os detalhes da precipitação (quantidade, probabilidade, hora, etc.) são geralmente descritos abaixo do rainSPOT, no pictocast.

rainSPOT for 3 hours interval - Basel

rainSPOT for 3 hours interval - Basel

Colour legend of precipitation intensity

Colour legend of precipitation intensity

O rainSPOT funciona como rainNOW, com uma agregação de células da grelha de modo que o lugar selecionado está no centro. A posição do lugar não está sempre no centro da célula da grelha, o que significa que você pode estar a poucos metros ou quilómetros de distância do centro do lugar de acordo com a resolução do modelo. Dessa forma, você está sempre no centro ou perto do centro - não importa qual o lugar que você escolher, até mesmo nas montanhas ou no mar. O sistema meteoblue com cobertura global permite-lhe ter uma visão regional para qualquer lugar no mundo. O raio da circunferência exterior é indicado à esquerda do rainSPOT. A legenda de cores é mostrada na imagem aqui à direita.

Precipitação pode cair como chuvisco, chuva, granizo, gelo ou neve. Mais informações sobre a conversão de água equivalente à altura da neve estão disponíveis na nossa página da precipitação.

O rainSPOT é uma invenção de meteoblue. meteoblue publicou o rainSPOT em Junho de 2008, e desde então tem feito o rainSPOT disponível para qualquer lugar na Terra. Até ao final de 2013, nenhum outro serviço de meteorologia tem sido capaz de copiar este formato de apresentação exclusiva para consultas ao vivo numa visão regional centrada no lugar selecionado.

rainSPOT mostra a precipitação – "spot on"!

Aplicações e particularidades

O rainSPOT mostra a distribuição das chuvas esperadas em torno do lugar selecionado e, assim, permite um melhor reconhecimento dos possíveis desenvolvimentos. Por meio da distribuição, é possível identificar o padrão de precipitação esperada:
• Persistente, precipitação duradoura, como no centro de zonas de baixa pressão, ou durante a estação das monções em áreas tropicais;
• Uma frente de precipitação, que passa por cima do lugar selecionado;
• Trovoadas, com precipitação ativa curta e geograficamente limitada;
• Chuvas, que caem com a distribuição irregular ou especialmente em altitudes mais elevadas;
• Precipitação individual, pontual que é desencadeada por eventos específicos (como "downburst"), ou mesmo por (por vezes também erradas) medições locais.

Nas montanhas altas, a precipitação ocorre com frequência muito localmente (em encostas ou em cimeiras), enquanto o rainSPOT vai mostrá-la numa célula da grelha em 10 (ou 12)-km para toda a área. A precipitação pode, no entanto, cair apenas em partes dessa área. Por exemplo, uma quantidade de precipitação de 1 mm para 10 x 10 km pode indicar, que a precipitação de 1 mm, cai em toda a área, ou que 2 mm caem em metade da área (e nada no resto), ou que 10 mm caem sobre um décimo da área (e nada no resto), ou que 100 mm de precipitação caem num centésimo da área (e nada no resto), dependendo do tipo de precipitação e do terreno.
Em áreas com radar ou deteção por satélite de precipitação, dados do rainSPOT (e meteograma) serão ajustados usando as mais recentes medições de precipitação disponíveis.

Na Europa e na América do Norte, a resolução espacial para os primeiros 3 dias é de 3-4 km, e, portanto, diferente da resolução mais ampla de 12 km para a previsão a partir do dia 4 a 7. Também pode mudar em outras áreas, dependendo dos modelos atualmente utilizados.

Isto deve ser considerado ao interpretar previsões, especialmente em áreas montanhosas e para os próximos dias.