Products, help and information

Neve

A neve é uma forma especial de precipitação sob a forma de gelo cristalino de água, consistindo numa multiplicidade de flocos que caem das nuvens. Mais informações gerais são apresentadas aqui.

A quantidade de neve que cai em relação à sua quantidade de precipitação líquida equivalente é determinada pela utilização de uma variedade de diferentes pluviómetros. Como regra básica, 10 cm de neve fresca correspondem a 1 cm de água. Assim que a neve se instala sobre a superfície, é rapidamente comprimida por mais flocos de neve, de modo que as camadas de neve típicas têm uma densidade do fator 9 (neve em pó) ao 6 (neve húmida) em comparação com água.

A queda de neve que se acumula na superfície pode atingir vários metros em certas zonas. A altura da cobertura de neve é determinada por:

  1. quantidade de neve caída
  2. densidade da neve (geralmente em função da estrutura dos flocos, resultante da temperatura do ar)
  3. neve derretida
  4. inclinação da colina (o que reduz a área de deposição)
  5. transporte através do vento (que pode mover a neve para longe e acumular em certas zonas)
  6. efeitos de deslizamento
  7. compactação
  8. luz do sol

Como resultado destes fatores, a profundidade da camada da neve é muito difícil de calcular e pode variar substancialmente dentro de uma distância de poucos metros. O nosso meteograma SNOW mostra a média da profundidade de neve acumulada dentro de uma célula da grelha.

Um outro efeito das camadas de neve é o fenómeno das avalanches: quando a neve se acumula nas encostas em quantidades maiores, partes desta quantidade podem de repente deslizar na encosta e formar grandes "pacotes" que se deslocam para baixo a uma média de 10-40 km/h para velocidades muito altas de 300 km/h com forças potencialmente muito destrutivas.

As avalanches são tipicamente desencadeadas numa zona de partida, por uma falha mecânica na neve acumulada (avalanche laje) quando a pressão da neve excede a sua força e às vezes apenas por se soltar gradualmente (avalanche de neve solta). Após a iniciação, as avalanches geralmente aceleram rapidamente e crescem em massa e volume à medida que arrastam mais neve. Se a avalanche se move com rapidez suficiente, um pouco da neve pode misturar-se com o ar, formando uma avalanche de neve em pó.

Devido à complexidade do processo de formação, as avalanches não podem ser previstas por modelagem numérica.

Nós não queremos oferecer alertas para o risco de avalanche: avalanches são um fenómeno muito localizado e a localização da previsão meteoblue pode incentivar os usuários a considerar esses alertas como locais. Isto irá criar um risco de falsa interpretação, o que vai contra a nossa ética para fornecer informações claras.

Alertas de avalanches são fornecidos por autoridades locais e nacionais. Eles exigem um elevado nível de especialização, competência e também têm implicações para fins de responsabilidade e seguros.

Gostaríamos de considerar a oferta de alertas de avalanches públicas no futuro, se eles são disponibilizados pelas respetivas autoridades nacionais, e se encontrarmos uma maneira de identificá-los com clareza para a área de preocupação, sem quaisquer ambiguidades.

CONSULTE SEMPRE AS FONTES LOCAIS SOBRE A SITUAÇÃO DA NEVE E DE AVALANCHES, PARA GARANTIR QUE VOCÊ ESTÁ CONSCIENTE DOS RISCOS!

Neve e profundidade da neve

A queda de neve indica a quantidade total de neve caída acumulada na superfície num período de tempo indicado. Por exemplo, um período de tempo escolhido nas últimas 3 horas às 11:00 mostra a quantidade total de neve caída entre as 08:00 e as 11:00, expressa em altura em centímetros (cm).

A profundidade da neve indica a profundidade total da neve que pode ter acumulado ao longo de vários meses. Também é expressa em centímetros (cm) e é apenas um cálculo aproximado. As profundidades reais da neve variam significativamente localmente dos valores indicados.